Kenny Carpenter (Studio 54 / NYC) + M.Dusa

Kenny Carpenter é um artista que viveu inúmeras facetas da noite nova-iorquina. Tudo começou no mítico Studio 54, onde se encarregou da iluminação juntamente com Walter Gibbons, até se ter tornado num dos DJs residentes do clube durante mais de duas décadas.

Nicky Siano apresenta Love Is The Message Tour

Nesta noite recebemos um dos pioneiros dos nightclubs como os conhecemos hoje, um bastião do Disco e uma lição de história cultural. Proprietário do Gallery, o clube nova-iorquino que revolucionou a história da música e das discotecas e antigo residente do Studio 54.

BIRDZZIE + MOZÃO

O encontro e a fusão do Velho e do Novo, do Orgânico e do Sintético, do Acústico e do Electrónico. As batidas do Norte da África, Oriente Médio, Europa e América do Sul, misturadas através de um alter ego que explora o legado artístico das gerações passadas e presentes da diáspora.

Tio Rex apresenta Life Love Loss & Death

Assina no BI como Miguel Reis, mas é como Tio Rex que tem vindo a tecer canções folk com a delicadeza da porcelana, alternando entre a língua de Pessoa e o coração de Whitman. Recorrendo a harmoniosas composições de guitarra e munido de uma voz grave, serve-se da catarse na busca e criação de uma identidade, construindo o seu próprio imaginário autobiográfico que, de disco para disco, vai ganhando novos capítulos e abordagens alusivas ao mundo que o rodeia.

Jazzafari

Jazzafari interpreta de forma virtuosa algumas das maiores canções da história do Jazz, assim como um conjunto de originais seus, tudo envolvido num som que balança entre o Jazz, Reggae e a Soul e que fazem de cada concerto uma experiência única.

Nayr Faquirá ft. Afrogame & Mbye Ebrima

Nayr Faquirá é natural de Mem Martins, no concelho de Sintra. Filha de mãe portuguesa, da ilha da Madeira, e de pai português nascido em Moçambique. A música que apresenta é uma mistura entre R’n’B e das várias culturas e influências com as quais cresceu.

Maree Lawn

Com uma vida inteira de música (incluindo uma licenciatura de honra na principal Universidade de Jazz da Nova Zelândia), uma força trouxe-a até Portugal, desde a Nova Zelândia, onde realizou os seus sonhos criativos durante os últimos 5 anos.

Brotha CJ

Brotha CJ teve os primeiros contatos com o mundo da música pelas horas passadas a ouvir discos de soul e funk durante a infância. Todo esse universo veio a influenciar as suas criações, que traduzem a sua imaginação viva e colorida. A sua música traz uma mistura única e contagiante de hip-hop, gospel e soul.